Início Esportes De virada, Salgueiro vence Central e avança para semifinal do Estadual

De virada, Salgueiro vence Central e avança para semifinal do Estadual

Comentários desativados em De virada, Salgueiro vence Central e avança para semifinal do Estadual

JC Online

O Sertão de Pernambuco está em festa! O Carcará foi superior durante toda a partida e mereceu a vaga nas semifinais do Estadual. De virada, o Salgueiro venceu por 2×1 o Central, nesta quarta-feira, no estádio Cornélio de Barros. Os atacantes Muller Fernandes e Willian Anicete marcaram os gols da classificação. O também atacante Marlon abriu o placar para a Patativa, que não deu trabalho aos sertanejos durante uma das decisões das quartas de final.

Na próxima fase, o Salgueiro aguarda o vencedor da partida entre Sport e Petrolina. (Supremo Tribunal de Justiça Desportiva, o STJD, ainda não respondeu o Flamengo de Arcoverde sobre o efeito suspensivo da pena da perda de 13 pontos por conta da escalação irregular de um jogador). Se pegar o Leão, joga na Ilha do Retiro. Contra a Fera Sertaneja, decide a vaga na final em casa.

O JOGO
A primeira etapa começou com o Carcará em cima da Patativa. Melhor na partida, o Salgueiro buscou de todos os meios largar na frente. Porém, em um vacilo na defesa, aos 18 minutos, pagou caro. Em boa troca de passes, o meia Murilo Rangel encontrou o atacante Marlon com espaço pelo lado esquerdo. Cria da base do Sport, ele avançou e bateu entre as pernas do goleiro Gideão.

Apesar da vantagem do adversário, o Salgueiro não se intimidou. Teve boas chances na bola parada com o lateral-direito Guilherme e o volante Escuro, que acertou o travessão. Além disso, pressionou também com jogadas em velocidade do trio de ataque Muller Fernandes, Willian Anicete e João Paulo. Esse último, em uma delas, provocou a expulsão do atacante Giovani Rosa.

Se o árbitro Luiz Sobral não tivesse errado, o Central teria acabado o primeiro tempo com dois atletas a menos. Em um lance de ataque do Salgueiro, Willian Anicete partiu livre em direção ao goleiro Jeferson e foi derrubado pelo lateral-direito Dudu. O cartão amarelo era para ser vermelho.

Depois do intervalo, a história do jogo não mudou. Aproveitando a vantagem numérica, o técnico Sérgio China colocou o time todo no ataque e não deixou o Central sair do campo de defesa. Aos 21, Muller Fernandes recebeu cruzamento na grande área e mandou para as redes. Precisando de mais um gol, o Salgueiro não deixou o ritmo cair e seguiu em cima da Patativa. E no último lance do jogo, aos 48, foi premiado. Muller recebeu o lançamento próximo da marca do pênalti, errou o chute e a bola sobrou para Willian Anicete encher o pé e desempatar a partida.

carregar mais artigos relacionados
comentários fechados